Tempo de leitura: 3 minutos

A telefonia 4.0 desponta como uma multiplataforma digitalizada, focada em propiciar qualidade ímpar de serviços, mobilidade e escalabilidade a um custo mais acessível para os usuários. Ela abrange uma infraestrutura com centrais telefônicas inteligentes, canais de atendimento omnichannel, serviços de voz por VoIP (Voice Over Internet Protocol), videochamadas e conexões 5G. Quer saber mais?

Neste post, explicaremos melhor sobre o conceito e como sua empresa pode se preparar para essa mudança. Confira!

O verdadeiro conceito da telefonia 4.0

O verdadeiro conceito intrínseco na telefonia 4.0 é o atendimento adequado no momento oportuno para que o usuário tenha a melhor experiência. É claro que essa mudança no conceito de serviço não aconteceria se não houvesse uma revolução tecnológica para suportar os processos.

Essa evolução inclui todos os recursos da telefonia IP, dispositivos mais avançados, como smartphones, tablets, hardwares equipados com softwares e aplicações altamente funcionais e customizáveis, um fluxo de dados incontável sobre preferências dos consumidores e perfis de acesso, plataformas de autosserviço e outras soluções.

Por isso, é o momento em que empresas de telefonia devem adequar suas infraestruturas e adaptar o seu modelo de negócio para atender as necessidades dos seus clientes, principalmente em relação à confiabilidade do segmento.

As mudanças em relação às versões anteriores

A telefonia analógica impulsionou a primeira geração, que, há pouco mais de 50 anos, revolucionou a transmissão de voz propagando o sinal em frequências de largura de banda entre 300 e 3400 Hz para uma central manual que a direcionava para seu destino.

A segunda geração surgiu para atender uma demanda crescente no meio organizacional: um número maior de linhas, para os diversos setores, a preços mais acessíveis. Com isso, surge o PABX (Private Automatic Branch Exchange), que interligava os ramais para inviabilizar a necessidade de uma operadora de telefone.

A era digital marcou a terceira geração, já que as centrais passaram a ser digitalizadas, mais ágeis e produtivas, consolidando as bases para alcançar o estágio de evolução que proporcionou a telefonia 4.0, em que a Internet converte a voz em pacotes de dados.

As vantagens da versão atual

A telefonia 4.0 é fortemente apoiada pelas características de mobilidade, já que os dados são transmitidos pela Internet e, por isso, podem ser usados em qualquer dispositivo conectado à web e pela escalabilidade, que acompanha o crescimento do negócio, pois não é necessário criar uma infraestrutura legada e, sim, adaptar os equipamentos já disponíveis.

Suporte mais personalizado

O suporte desse segmento tem o estigma de ser ineficiente, resultado de longo tempo de espera, quedas de ligação e despreparo dos atendentes. A telefonia 4.0 garante mais qualidade a esse suporte, pois o fluxo de dados qualificados permite planejar com mais eficácia as soluções adequadas para cada problema dos clientes.

Planos customizáveis

Os planos são mais flexíveis e, por isso, podem ser customizáveis às necessidades e perfis dos clientes. Isso confere funcionalidades e recursos sem que os usuários tenham que pagar a mais por isso.

Serviços mais robustos

O aumento significativo de usuários dos serviços de telefonia não prejudica a qualidade dos processos, dada a escalabilidade da telefonia 4.0, que propicia alto desempenho, mesmo exigindo o máximo da capacidade de operação.

Custo acessível

Essa é uma das principais vantagens da telefonia 4.0, já que a infraestrutura necessária para disponibilizar serviços de qualidade é mais enxuta. O PABX, por exemplo, inviabiliza a necessidade de centrais telefônicas, sistemas de cabeamento e antenas de recepção. Basta instalar softwares adequados nos computadores utilizados.

O ATA (Adaptador de Telefone Analógico) pode ser instalado em qualquer aparelho de telefone tradicional, tornando-o um telefone IP, com headsets acoplados aos hardwares, que compõem a rede e facilitam a comunicação individual.

Além disso, as ligações têm qualidade HD a um custo menor ou sem custo algum, quando são interligadas entre si.

Satisfação dos clientes

Alguns recursos da telefonia 4.0 são direcionados à otimização do atendimento ao cliente , como a URA (Unidade de Resposta Audível), que profissionaliza e agiliza os processos de comunicação, registra informações num banco de dados para embasar relatórios sobre a eficiência do serviço, possibilita o autoatendimento e ainda pode ser integrada aos sistemas de gestão, como o CRM e/ou ERP.

Todas essas possibilidades fazem com que o serviço seja cada vez mais otimizado e compatível com a expectativa dos usuários, o que aumenta a satisfação dos clientes sobre os resultados.

Os gestores que desejam se preparar para a telefonia 4.0 devem mudar, primeiramente, o conceito de comunicação no ambiente organizacional. Isso se relaciona ao comprometimento de toda a equipe e à aquisição das tecnologias que dão suporte a esse novo contexto.

Agora que você sabe como alcançar os benefícios da telefonia 4.0, que tal nos seguir no Facebook, LinkedIn e Instagram?