Processos regidos por meios digitais, ambientes organizacionais conectados e dinâmicos, inovações tecnológicas e recursos que aumentam a produtividade, a proximidade da empresa com seus clientes, a integração e o fluxo de informação entre setores.

Essa digitalização, impulsionada principalmente por conceitos de Big Data, Internet das Coisas, Learning Machine, Inteligência Artificial e Deep Learning exige uma rede corporativa complexa e eficiente.

Para alguns gestores, uma performance compatível com esse cenário pode significar onerosos investimentos em equipamentos e fiações, mas, na verdade, está relacionada a ajustes pontuais nos softwares e hardwares que já podem fazer parte da infraestrutura de sua rede corporativa.

Quer saber como melhorar a velocidade e a estabilidade da sua Internet Dedicada empresarial? Continue a leitura!

Atualize sua infraestrutura

É preciso estar atento a novos recursos, como softwares e equipamentos de storage, para manter sua rede corporativa atualizada. Isso porque essas soluções corrigem possíveis problemas, têm mais funcionalidades que suas versões anteriores e agregam mais agilidade e produtividade aos equipamentos.

A dica é válida para modens, roteadores, switches ou qualquer hardware que componha sua infraestrutura. Verifique sempre novas versões de drivers e componentes disponíveis para atualização e nunca se esqueça do seu sistema operacional.

Configure corretamente seu roteador

O sinal de Wi-Fi pode sofrer interferência de qualquer dispositivo, desde smartphones a fornos micro-ondas, por isso, deve ser configurado para funcionar numa frequência superior, geralmente acima dos 2,4 GHz, que é a mesma utilizada por aparelhos domésticos.

Verifique também em qual canal o roteador transmite e recebe dados. Em um perímetro pequeno, como numa vizinhança, pode ocorrer a interferência entre os equipamentos, caso eles estejam numa mesma frequência, fato que interfere na qualidade do sinal e, consequentemente, no desempenho da rede corporativa.

A aplicação WifiInfoView para Windows identifica qual canal está menos congestionado nos arredores, para que seja escolhida a melhor configuração manual do roteador Wi-Fi.

Desabilite o limite de largura de banda

Com essa limitação de largura de banda, o sistema operacional dá prioridade para as aplicações multimídias e, com isso, compromete o desempenho da rede corporativa. Esse recurso pode ser desabilitado com alterações no Editor de Registro do Windows.

  • Na entrada HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Microsoft\Windows NT\CurrentVersion\Multimedia\SystemProfile, acesse a NetworkThrottlingIndex e desligue a funcionalidade, alterando o valor da chave para FFFFFF.

Monitore sua rede

Alguns aplicativos consomem banda desnecessariamente e, por isso, é importante monitorar constantemente a rede. A aplicação NetBalancer mostra essa lista de programas no Windows e, quando a infraestrutura tem mais computadores, o WireShark garante um panorama do estado da sua rede corporativa.

Segmente os recursos utilizados

Roteadores atuais vêm com uma funcionalidade chamada Quality of Service (QoS), que molda o tráfego, prioriza aplicações e cujo critério é dado pela frequência de uso dos recursos. Assim, é possível alocar mais largura de banda para o Skype em detrimento das aplicações de streaming, por exemplo.

Com essa funcionalidade, enquanto um aplicativo funciona, os demais de prioridade inferior consomem uma quantidade menor de banda, e o sistema não fica comprometido. Essa configuração varia conforme o fabricante, por isso, é importante consultar o manual do equipamento.

Avalie sua rede corporativa em todos os setores: considere a quantidade de equipamentos, sistemas e processos que são executados diariamente para que sua infraestrutura seja funcional e de performance superior, sem desperdício ou ociosidade de recursos.

Se você conhece outras formas de otimizar o tráfego e o desempenho da sua rede corporativa, deixe um comentário e enriqueça nossa discussão!