Você quer criar um site incrível, mas não tem a menor ideia de como começar? Uma boa proposta é iniciar o processo pela busca por uma hospedagem de sites e entender como funciona esse processo. Assim, ficará mais fácil lançar seu projeto na internet.

Hoje em dia, tudo está na web e, para que o seu negócio ganhe visibilidade, você também precisa estar. Contudo, nem todos podem contar com uma grande infraestrutura de TI interna — principalmente pequenas e médias empresas — e, por isso, a hospedagem de sites pode ser uma boa opção.

Neste post, mostraremos a você como é possível criar e manter um site com pouco conhecimento e baixos investimentos. Continue conosco e confira!

O que é a hospedagem de sites

Existem basicamente três produtos diferentes que são muito confundidos quando falamos em hospedagem: ela propriamente dita, o domínio e o data center.

Mesmo que algumas empresas comercializem o domínio junto com a hospedagem, o endereço público de seu site é um produto específico, ou seja, você pode adquiri-lo de forma separada.

Já a diferença entre hospedagem e data center é mais simples, pois os produtos são muito distintos. No primeiro, é arrendado um espaço em um servidor para armazenar um site que será acessado livremente. Já no data center, também é realizado o arrendamento de espaço em servidor, porém o objetivo é a armazenagem e processamento de dados — muitas vezes confidenciais e sem acesso livre a quem não tem permissão.

Na hospedagem, acontece uma espécie de aluguel. A empresa cede um espaço em um servidor web no qual você pode manter seu site em funcionamento, sem a necessidade de comprar equipamentos próprios e arcar com sua manutenção e atualização.

Os tipos de hospedagem

Existem vários tipos de hospedagem, cada um com suas vantagens e desvantagens. Tipos específicos podem ser interessantes ou não para você a depender das demandas de sua empresa. Entre eles podemos destacar:

  • VPS: o VPS é um servidor virtual que pode ser totalmente configurado pelo usuário;
  • WordPress: Criado para dar suporte a um dos CMSs, Content Management System, mais utilizados do mercado, esse tipo de hospedagem é simples e muito procurado;
  • servidor compartilhado: nesse modelo, vários clientes do fornecedor utilizam um mesmo equipamento, com divisão virtual;
  • servidor dedicado: é uma opção geralmente mais cara. Nela, cada um utiliza apenas uma máquina, sem dividir recursos com ninguém.

A escolha de uma hospedagem

Você deve ter notado que, ao pesquisar sobre hospedagem de sites, várias opções podem surgir, afinal, são vários players no mercado atualmente a ofertar soluções.

Contudo, é preciso ter muito cuidado na hora de fechar um contrato e conhecer o funcionamento do fornecedor, suas ferramentas, vantagens e desvantagens. Isso porque vez que um site instável pode ser ruim para a imagem de sua empresa.

O ideal é pesquisar muito sobre o fornecedor, falar com os clientes, checar o atendimento e outros pontos além da hospedagem de sites. Isso permite entender melhor qual opção poderá ofertar a melhor solução para você e sua empresa.

Que tal receber conteúdos como esse direto em sua caixa de e-mail? Assine agora mesmo nossa newsletter!