Tempo de leitura: 3 minutos

Garantir a eficiência da cobrança de clientes inadimplentes não é nada fácil. Ainda mais se levarmos em consideração que, de acordo com o Serasa, o número de consumidores nessa situação chega a quase 62 milhões de pessoas. Isso representa, em nosso país, mais de 40% da população adulta!

Entretanto, esse desafio se torna ainda mais complexo do que pode parecer em um primeiro momento. Afinal, a legislação vigente assegura certos direitos aos devedores que, se não respeitados, podem gerar consequências negativas para a sua empresa, como multas e sanções.

Pensando nisso, apresentamos, ao longo deste artigo, 4 excelentes dicas para ajudar você a realizar cobranças por telefone com eficácia respeitando os direitos dos seus clientes que, por um motivo ou outro, não conseguem manter suas contas em dia. Boa leitura!

1. Ofereça soluções

Tenha em mente que, em muitas ocasiões, os clientes deixam os pagamentos em aberto por motivos que não tem nada a ver com má-fé: imprevistos podem surgir e, consequentemente, fazem com que muitos deixem de honrar compromissos dentro do prazo acordado.

O mais importante ao contatar os inadimplentes por telefone é dialogar e oferecer alternativas para o pagamento, tais como parcelamentos ou descontos sobre os juros cobrados. Renegociar implica em aumentar as chances de recebimento, sobretudo quando os clientes demonstram disposição em quitar as dívidas.

2. Torne o pagamento mais fácil

Um dos elementos mais importantes para o sistema de cobrança de inadimplentes por telefone é disponibilizar diferentes facilidades para pagamento. O ideal é que, para quitar os boletos, eles possam escolher entre caixas eletrônicos, estabelecimentos credenciados, internet banking, apps bancários e casas lotéricas.

A diversificação das formas de pagamento, sem dúvida, eleva as ofertas e pode influenciar diretamente no processo de decisão de compra dos consumidores  — que, atualmente, priorizam boas alternativas e comodidade.

3. Faça análise de crédito antes da venda

Há uma sabedoria ancestral no velho e conhecido adágio popular segundo o qual “é melhor prevenir do que remediar”. Essa verdade permanece válida, inclusive para as transações comerciais. Portanto, pesquise o histórico de pagamento de cada cliente em potencial a fim de evitar uma situação prejudicial para ambos no futuro.

Durante as próximas negociações com esse mesmo cliente, porém, tudo pode mudar e é preciso ter atenção, pois a condição financeira dele pode se alterar ao longo do tempo.

4. Qualifique o controle de inadimplência

Um sistema automatizado de cobrança pode oferecer inúmeras vantagens ao seu negócio, proporcionando ganhos relevantes de produtividade nos processos internos, sobretudo no setor de finanças da empresa.

Ao permitir que as atividades sejam realizadas com mais agilidade, você poderá fazer análises acuradas acerca da verdadeira situação financeira da sua organização. Isso acontece porque o sistema pode mostrar a quantidade exata de recebidos, pendências e pagamentos futuros.

Cumpre ressaltar, por fim, que a realização de cobranças é bastante delicada e, quando os processos não são realizados adequadamente, podem gerar constrangimento, fragilizando o relacionamento dos consumidores com a sua marca.

Diferentemente dos procedimentos pessoais ou manuais, a cobrança de clientes inadimplentes por telefone pode ser otimizada com soluções capazes de enviar notificações prévias aos devedores, alertando-os a respeito de prazos e outras informações relevantes. Isso implica em uma forma eficiente, profissional e respeitosa de proceder, reduzindo a inadimplência sem comprometer o relacionamento entre consumidor e empresa.

Gostou do artigo? Então, conheça também as vantagens do data center virtual para PMEs!